fbpx

Como comunicar aos funcionários uma mudança na organização

Redação DuMoney 24 de outubro de 2018 atualizado às 11:40

Em tempos de mudanças nas empresas, é necessário agir com transparência dentro da organização

 

homem jogando xadrez

Mudanças na empresa: gestor precisa se planejar para comunicar aos colaboradores / Schutterstock

 

Todo líder precisa entregar notícias difíceis aos funcionários. Às vezes, isso ocorre em momentos em que a empresa não está indo bem ou quando a corporação está passando por mudanças. E seja você um profissional experiente ou não, é sempre delicado tratar o assunto. Expectativas sobre demissões, por exemplo, provocam sentimentos de medo, raiva ou  até tristeza.

Toda vez que há uma mudança, cada funcionário se pergunta: “Como essa mudança vai me afetar?”

Anúncios como esses podem ser assustadores. Por isso, líderes precisam estar prontos para comunicar as notícias de forma a ajudar os destinatários a se ajustarem bem e a se recuperarem o mais rápido possível, se for o caso.

O QUE FAZER

Para isso, especialistas em gestão de empresas, afirmam que é preciso planejar para dizer tudo que é preciso. Apesar de não ser uma prática tão difundida nas empresas, é indicado, por exemplo, realizar além de uma reunião com as equipes, fazer um esclarecimento individual, quando for possível.

Conheça 5 empresárias brasileiras de sucesso

Em caso de times de trabalho muito grandes, é aconselhável deixar um canal aberto para que o funcionário procure o gestor para ter todos os esclarecimentos.  Também, segundo especialistas, é fundamental fazer esforços para coordenar os anúncios com o objetivo de que ninguém seja pego de surpresa se a notícia estiver sendo divulgada em intervalos diferentes por gerentes individuais.

Ações como essa podem dar a impressão de que um gestor está investindo demais no planejamento, mas economizará tempo e dor no longo prazo.

RECEBER A INFORMAÇÃO DA FONTE CORRETA

Dar às pessoas múltiplas oportunidades para receber e processar o anúncio é essencial para uma compreensão completa; Mas, sobretudo, o mais importante é receber a informação das fontes certas na sequência. Imagine um gerente ser avisado da sua própria demissão por um estagiário, que ouviu a notícia nos corredores da empresa?

“Por mais duro que possa parecer, ser honesto e transparente é a melhor forma de se demitir alguém. Ninguém gosta de ser demitido, mas agir de má fé só falar a situação se agravar”, afirma assessor de investimento Giovanni Avilla, ex-profissional corporativo com larga experiência no mercado corporativo.

Por isso, em relação à liderança, é necessário que todos os níveis de gerenciamento sejam convocados para explicar o contexto. Bem treinados, dizem os gestores de carreira, eles podem ser instrumentos para que a informação chegue nos colaboradores abaixo da liderança. Caso contrário, para escapar de seu próprio desconforto, eles podem despejar a notícia ou a administração da culpa, direta ou indiretamente.

Outro ponto fundamental para os analistas de carreira é: na hora de uma mudança, em vez de apenas anunciar uma mudança disruptiva, dê uma ideia do que não está funcionando hoje e por que o novo plano é a melhor maneira de chegar ao resultado desejado. Ou seja, personalizar o impacto e a resolução.

Se você não fizer isso, os funcionários podem não entender quais especificações aplicam a eles ou até mesmo como a empresa está fornecendo suporte ou serviços para ajudá-los a lidar com a situação. Por exemplo, no pequeno grupo ou em reuniões individuais, venha preparado com todos os detalhes necessários para poder responder a perguntas pessoais imediatamente. Isso ajuda a aliviar a ansiedade.

 

Empreendedorismo feminino: 5 startups fundadas por mulheres

Em Liderança

Recomendadas para você