fbpx

Petrobras Registra Lucro e Acionistas Vão Receber

A venda da refinaria de Pasadena por US$ 467 milhões tem um alto valor simbólico, pois corta definitivamente a ligação com “um passado trágico”.

Redação DuMoney 8 de maio de 2019 atualizado às 16:29

O edifício sede da Petrobras, no centro do Rio de Janeiro. (Fernando Frazão/Agência Brasil)

 

A Petrobras vai antecipar R$ 1,3 bilhão da remuneração dos acionistas. Segundo a companhia isso equivale a R$ 0,10 por ação ordinária e preferencial em circulação.

A Petrobras registrou lucro líquido contábil de R$ 4,0 bilhões, o que significa R$ 0,31 por ação. O resultado, segundo a companhia, superou em 92% o resultado do trimestre anterior. O balanço do primeiro trimestre de 2019 foi informado ao mercado por meio de comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), publicado no site da estatal na noite desta terça-feira (7).

Agenda

De acordo com a Petrobras, a remuneração dos acionistas será paga no dia 5 de julho. Eles terão direito à remuneração conforme três situações. A data de corte para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3 será no dia 21 de maio e a record date para os detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociadas na Bolsa de Valores de Nova York será o dia 23 de maio de 2019.

“O valor antecipado aos acionistas a título de JCP, reajustado pela taxa Selic desde a data do pagamento até o encerramento do exercício, será descontado dos dividendos mínimos obrigatórios, inclusive para fins de pagamento dos dividendos mínimos prioritários das ações preferenciais”, informou a estatal.

Confiança

Para o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, desde os primeiros dias do ano, a empresa colocou em prática uma agenda de transformação baseada em pilares estratégicos como a maximização do retorno sobre o capital empregado, a redução de custo de capital, a busca incessante por custos mais baixos, a implementação de uma cultura meritocrática e respeito às pessoas e ao meio ambiente, com foco na segurança das operações.

“Estamos confiantes de que a implementação da agenda de transformação contribuirá para que a Petrobras seja uma empresa mais forte e saudável, com capacidade de produzir considerável valor para seus acionistas”.

Castello Branco disse que a conclusão da venda da refinaria de Pasadena para a Chevron por US$ 467 milhões tem um alto valor simbólico, pois corta definitivamente a ligação com “um passado trágico”.

Leia mais: DICAS PARA COMEÇAR UMA CARTEIRA DE AÇÕES

 

 

 

Em Investimentos

Recomendadas para você