fbpx

O melhor período para abrir um negócio no Brasil

Redação DuMoney 10 de janeiro de 2019 atualizado às 18:04

Ao decidir empreender, é preciso analisar o mercado para descobrir o melhor momento para colocar o negócio na rua. Dumoney falou sobre os cenários para ajudar os empreendedores

 

Mulher com placa de aberto

Vai abrir um negócio? Entenda os melhores cenários / Shutterstock

 

O segundo semestre é o período preferido dos empreendedores para começar um negócio. Segundo dados do Sebrae, cerca de 60% das franquias abertas no Brasil iniciaram a operação entre julho e dezembro. A preferência pelo segundo semestre reflete a confiança nas vendas do varejo em datas como Black Friday e o Natal. Mas, antes de cravar que o melhor dos mundos é abrir uma joalheira, por exemplo, em dezembro, é bom lembrar que nem só de vendas em lojas vive a economia de um país.

Segundo dados de mercado, empresas de segmentos como marketing, saúde, beleza e bem-estar, alimentação tiveram um aumento de quase 10% neste ano, em relação ao ano passado. E, como é o caso, nem todos os negócios estão necessariamente ligados às datas festivas. Mas, afinal, existe uma época do ano melhor para começar um negócio?

Vamos aos quatro cenários:

A ESTAÇÃO MAIS QUENTE

Para muitos brasileiros, o verão significa uma pausa no trabalho ou estudo. Por outro lado, para quem deseja empreender, a estação mais quente traz uma oportunidade para iniciar, por exemplo, um negócio sazonal. Para quem trabalha com comida ou bebida, é um período interessante para testar os produtos em um quiosque temporário. Ainda há oportunidades para se trabalhar com serviços de turismo, já que o verão é um período de alta temporada, principalmente para as cidades litorâneas.

É bom lembrar que o décimo terceiro salário costuma ajudar nas vendas de comércio. Portanto, quem abre negócios e pode explorar as vendas natalinas pode ser dar bem. Apesar disso, para quem tem uma agência de marketing digital, por exemplo, os meses de verão costumam ser fracos. Alguns negócios que oferecem aulas em grupo costumam sofrer uma debandada de alunos. O verão é bom para os negócios, mas não para todos.

INÍCIO DO TEMPO MAIS AMENO

Para quem deseja abrir um negócio entre março e junho, uma boa notícia: o outono é a estação do ano em que os trabalhadores mais produzem. Segundo a empresa de software para gerenciamento de tarefas Redbooth, empregados são 20% mais produtivo no outono do que no inverno e 7% a mais que no verão. Isso revela que calor e frio intenso acabam não ajudando a focar nas tarefas. No Brasil, onde existe a máxima de que as coisas só começam para valer após o Carnaval, o estudo ganha ainda mais força.

LEIA MAIS: Por que tem mais brasileiro investindo em Bitcoin do que na Bolsa?

 

INVERNO

Por ser um país tropical, o Brasil não necessariamente é impactado com baixas temperaturas. A exceção de alguns estados no sul do país, o inverno não é um mês que provoca danos nos negócios por causa do frio. Mas, por ser um período de férias escolares, a época costuma ser de baixa nos negócios. Especialistas de mercado afirmam que, entre de junho a setembro, é um bom período para o planejamento de algum serviço ou produto para ser lançado no segundo semestre.

ESTAÇÃO DAS FLORES

O período da primavera costuma ser um dos mais movimentados para o processo de abertura de pequenas empresas. Uma vez com documentos da nova empresas em mãos, empreendedores ficam prontos para abrir suas portas ao público. Isso pode parecer bastante óbvio, mas os primeiros meses de m negócio podem ser decisivos para o empreendedor. Logo, a primavera é um momento importante para a startup crescer. Portanto, como o verão costuma ser um bom momento para a empresas faturar, faz sentido que a estação que antecede a época mais quente do ano seja o melhor momento para colocar o negócio de pé.

Em Inovação

Recomendadas para você