fbpx

Liderança Comportamental: as lições no caminho para o Superbowl LIII

Redação DuMoney 23 de janeiro de 2019 atualizado às 12:45

O papel do lídere no esporte e no empreendedorismo

 

Estima-se que um bilhão de pessoas vão assistir à decisão do campeonato de futebol americano no próximo dia 3 de fevereiro. Trinta segundos de comercial veiculado na transmissão ao vivo custam US$ 5 milhões. São números que já despertam o interesse de quem aspira conhecimentos nas áres de economia. Como?
Vamos nos deter aqui apenas em abordagens sobre Liderança Comportamental. Em resumo, os estudos desta área procuram entender como as pessoas lideram equipes e suas técnicas de administração. “É importante destacar que estas teorias trabalham com a ideia de desenvolver líderes, uma vez que eles são extremamente importantes para as empresas, pois são os responsáveis por conduzir, incentivar, motivar e inspirar as equipes de trabalho a alcançarem os objetivos propostos pela organização”, ensina José Roberto Marques, presidente do Instituto Brasileiro de Coaching (IBC).

Foram realizados no domingo (20.01) os dois jogos que definiram as duas franquias (NE Patriots e LA Rams) que vão disputar o Superbowl. Em cada uma das partidas, havia um desafio de Lideranças: jogadores veteranos, verdadeiros astros consagrados, contra estrelas “supernovas”. Na primeira partida, enfrentaram-se Drew Brees, 40 anos, (do New Orleans Saints) e Jared Goff, 24, (do LA Rams). Venceu o vigor, o líder ainda refrescante, o novato de Los Angeles. Ele capitaneou uma virada histórica. Seu time perdia por diferença de 13 pontos na virada do primeiro para o segundo quarto mas venceu na prorrogação. O jovem Goff foi fundamental.
No segundo jogo, havia outra disputa de gerações: o veterano multicampeão dos Patriots, Tom Brady, 41 anos, (que nós conhecemos como o marido da Gisele Bündchen) enfrentou um recém formado líder de equipe, Patrick Mahomes, 23, encarregado de confirmar o favoritismo dos Chiefs, de Kansas City. Desta vez, “deu ruim” para a juventude e para os favoritos. Patriots venceram na prorrogação. Brady foi mais uma vez um comandante supremo.

 

Leia mais:http://Como líderes devem agir sobre questões éticas de inteligência artificial

O que interessa na narrativa breve sobre o domingo esportivo é refletir sobre o papel de cada jogador à vista do estudo sobre Liderança Comportamental. Quem se interessar mais sobre esta área pode comparar o desempenho de cada jogador com os fundamentos de Liderança Comportamental. Detalhes sobre a ação de cada líder em campo estarão na crônica esportiva da semana. Estudos de Tannenbaum e Schmidt definem os estilos de Liderança . Vale a pena dar uma “busca”. Em tempo: estes dois pesquisadores não são novatos na área.

Em Inovação

Recomendadas para você