fbpx

Por que você deve falar sobre dinheiro com o seu amigo

Redação DuMoney 13 de novembro de 2018 atualizado às 15:25

Não vemos tanto problema em dividir a conta do bar com os amigos, mas na hora de falar sobre dinheiro encaramos o assunto como tabu. Por quê?

 

Não existe a tradição de falar com os amigos sobre dinheiro / Schutterstock

 

Alguns assuntos são considerados tabus na nossa sociedade. Uma pesquisa de 2015, conduzida pela instituição financeira Ally Bank, descobriu que apenas 20% dos americanos discutem assuntos financeiros com amigos. Para algo que influencia as principais decisões da vida – educação, carreira, planejamento familiar, possivelmente até como nos vemos -, é interessante notar que a questão do dinheiro ainda pareça tão tabu.

É aquela velha história: não vemos tanto problema em dividir a conta do bar com os amigos, mas dificilmente conseguimos falar sobre dinheiro com quem é mais próximo. Mesmo com a família, as pessoas não discutem decisões financeiras, quanto ganham, se estão indo bem.

O ASSUNTO DINHEIRO SEMPRE FOI TRATADO ASSIM, ENTÃO PERMANECE

Segundo os analistas financeiros, não é difícil encontrar profissionais de sucesso, que não entendem ou sabem gerenciar seus ganhos e bens. Há até algumas razões para isso ocorrer. Geralmente, a família não falava sobre dinheiro porque achava que tinha muito dinheiro, ou porque ao longo dos anos a família teve problemas financeiros. Logo, falava-se pouco disso diante dos filhos – já que não costuma ser um assunto para crianças.

LEIA MAIS: Calote de parentes: Como cobrar dívidas dentro da família 

E apesar do estudo ser americano, um outro levantamento indica que isso ocorre em todo o mundo. A nova pesquisa foi feita pela ReD Associates sobre como as pessoas se relacionam com o dinheiro ao redor do mundo  e mostrou que até a nova geração não é tão diferente de seus antepassados. Apesar de pertencerem a gerações distantes, millenials e geração X têm preocupações financeiras bem parecidas – e, em muitos casos, dividem dilemas de mudança e estilo de vida.

O assessor financeiro Giovanni Ávila conta fala um pouco sobre como a falta de conversa sobre dinheiro entre os amigos acabou fazendo com que as pessoas procurem um profissional do mercado para aconselhar sobre investimento.

“Estou no mercado há muito tempo e vejo como a figura do assessor financeiro tem se tornado cada vez mais fundamental. Hoje, há inúmeras maneiras de se investir, mas é muito difícil escolher entre tantas alternativas. Portanto, é necessário conhecer bem para aproveitar bons rendimentos – afirma o assessor financeiro. “O que tenho observado é que as pessoas, seja ela da nova ou de gerações mais antigas,, podem até não falarem abertamente sobre dinheiro. Mas nosso trabalho tem sido recomendando por muita gente que ficou satisfeita. Isso é um ponto a ser destacado. Alguns estão vendo valor e recomendando aos amigos. Isso se tornou bastante comum: as pessoas chegam até a mim por meio de indicações de amigos. Por mais que esse amigo não faça ideia da condição financeira de quem o indicou”.

 

Em Educação Financeira

Recomendadas para você