fbpx

Orçamento familiar: como fazer uma planilha

Administrar as despesas mensais ajuda a pagar as contas no prazo, controlar a sua situação financeira e organizar uma reserva voltada para investimentos

Redação DuMoney 7 de fevereiro de 2019 atualizado às 07:35

Uma planilha de custos ajuda a controlar os gastos, planejar o aumento da renda e o início dos seus investimentos

 

Você sente dificuldades para gerenciar seu orçamento familiar? Com tantas contas a pagar, prazos, parcelas está na hora de você organizar uma planilha. É fácil, existem ferramentas disponíveis na internet, mas você precisa dedicar alguns minutos por dia para melhorar a administração do seu dinheiro. Não perca tempo, aproveite estas primeiras dicas e comece: se você der o primeiro passo já não está mais no mesmo lugar.

 

O primeiro e principal objetivo da planilha de orçamento doméstico é mapear os gastos mensais da sua família. É evidente que identificar a Receita é mais fácil – provavelmente são duas ou três fontes de renda, e, na maioria das famílias, o valor não é variável. Escolha uma Planilha entre as disponíveis na internet. Muitas são grátis, e desde já você pode consultar as preparadas pelo Instituto de Defesa do Consumidor (Idec) e do Sebrae.

 

As ferramentas e o conceito são parecidos, o que vai determinar o sucesso do seu trabalho é a dedicação. Você já sabe (e vai identificar em qualquer das planilhas disponíveis) que a tarefa mais difícil é anotar os gastos da família. Mas isso é muito importante. O primeiro passo é dividir as despesas entre fixas e variáveis. Entre os gastos fixos, estão contas de luz, água, gás, telefone, condomínio e aluguel (ou prestação da casa), mensalidade da escola dos filhos, dos cursos, despesas com o carro e supermercado. Confira se você tem mais algum gasto regular.

 

Os gastos variáveis incluem principalmente dois grupos: lazer e vestuário (o grupo previsível), e remédios, consertos em casa ou no carro, etc… (os gastos imprevistos do mês). Você pode gerenciar melhor o primeiro grupo, ou seja, identificar despesas que podem ser reduzidas ou simplesmente eliminadas. E os gastos imprevistos? Quando chegar neste ponto da análise do seu orçamento, você verá que poupar não é um luxo, mas uma necessidade.

Leia mais: Como guardar dinheiro: as recompensas

Então, chegamos a uma conclusão ainda mais importante: dedicar algum tempo na preparação e análise de uma Planilha de Orçamento Familiar é uma forma de conhecer seus gastos, medir a necessidade de cortar despesas e planejar o aumento de renda. Tudo isso para poder começar a fazer uma reserva estratégica de dinheiro para os imprevistos e para o futuro. Começar a organizar sua despesa mensal familiar é o caminho para estabelecer objetivos de curto, médio e longo prazos – e disso trataremos em breve. Vale a pena começar.

 

 

Em Educação Financeira

Recomendadas para você