fbpx

Como guardar dinheiro (2): as recompensas

Redação DuMoney 31 de janeiro de 2019 atualizado às 06:12

Você tem um desejo: guardar dinheiro a partir deste início de ano. Se ainda não começou, marque um “evento” para começar a transformar velhos hábitos

Mudar pequenos hábitos pode determinar a tomada de grandes decisões

 

Em nosso texto original “Como guardar dinheiro” (1) mostramos como a ciência explica hábitos de consumo e como criar novas rotinas prevendo conseguir fazer (ou começar) uma poupança. Um evento, como o começo de ano pode ser  muito poderoso, mas desde que seja apoiado por ciência, paciência e planejamento.

Uma das melhores reflexões propostas era imaginar-se no final da jornada: pense como se já estivesse no final de 2019 e avalie qual foi a melhor mudança que conseguiu realizar?

Seja paciente

De acordo com o livro O Poder do Hábito, de Duhigg, devemos tentar transformar maus hábitos em outros melhores. É mais fácil do que eliminar um jeito antigo de agir. Para seu hábito substituto dar certo, é preciso entender qual recompensa você deseja.

Planeje falhar

Apesar de se esforçar para cumprir seus novos objetivos, a probabilidade de falhar é grande, então em vez de se concentrar em “como não escorregar”, foque no que fazer depois da falha. Porque um deslize não pode significar uma derrota. Então anote os obstáculos que prevê e como superá-los.

Recompensa para você 

Para um hábito “pegar” precisamos nos sentir recompensados e, como somos imediatistas, quanto mais instantâneo retorno, melhor. Mas não é o tipo de prêmio como comer um docinho depois de malhar a semana inteira. Segundo McGonigal, as recompensas mais eficazes são as intrínsecas, aquelas que você sente. E não a que se busca. Pense nisso em relação ao hábito de cortar pequenos gastos supérfluos…

A dica que McGonigal dá em seu livro é perceber as pequenas recompensas como o orgulho: a energia renovada após fazer exercícios, o bem-estar resultante da alimentação saudável ou o prazer de ter cortado gastos e colocar o dinheiro nas mãos. É preciso identificar esses pequenos prazeres e registrá-los para construir associações positivas com a atividade.

E a recompensa inclui comemorações. Quando atingir a marca de uma semana ou um mês sem refrigerante, comemore. Se conseguir sair com os amigos fumantes e não fumar, comemore. E as celebrações não precisam ser grandiosas. Se você conseguiu guardar 300 reais no primeiro mês segure três notas de R$ 100 e pense como será o total multiplicado pelos próximos 12 meses (fez a conta?). Celebrar diz ao seu cérebro que um comportamento é benéfico e que deve procurar mais oportunidades para se envolver nele. Então comece a cortar gastos para guardar dinheiro.

Leia mais: Como-guardar-dinheiro (1)

 

Em Educação Financeira

Recomendadas para você