fbpx

Três Comprovadas Estratégias Para Aumentar as Suas Vendas

Selecionamos três das mais aceitas teorias de vendas no varejo e que servem muito bem também ao comércio e prestação de serviços na plataforma digital.

Redação DuMoney 26 de abril de 2019 atualizado às 14:54

Conheça algumas estratégias de vendas e provoque sua curiosidade. (foto Pixabay)

 

As ações de marketing das mais organizadas empresas utilizam estudos de comportamento e psicologia do consumo. É uma forma eficiente de entender as motivações dos clientes e conseguir ampliar resultados de vendas.

Formular uma estratégia de precificação certamente vai ajudar a alavancar os resultados da sua empresa de forma surpreendente e dar maior inteligência no conjunto da formação de preço dos seus produtos ou serviços.

Por isso, selecionamos três das mais aceitas teorias de vendas no varejo e que servem muito bem também ao comércio e prestação de serviços na plataforma digital.

Preço âncora ou ancoragem

Uma estratégia de venda usada tradicionalmente pelos lojistas na vitrine é chamada ancoragem. Consiste em criar um contraste entre um preço maior para alavancar um produto com preço inferior. O valor menor ganha destaque aos olhos do consumidor e ele vai ver vantagem em comprá-lo.

Supomha que você expõe um cinto de couro por R$100. Alguns consumidores podem achar o preço alto e resolvem não comprar. Percebendo isso, a loja coloca outro cinto à venda com o preço de R$ 180,00. Pronto, os R$ 100 não parecem uma valor tão caro agora, pois o outro produto estabeleceu um contraste na diferença.

Preço não linear

Essa tática de precificação você encontra diariamente no supermercado. É a promoção “leve 3 e pague 2”.

A estratégia explora a percepção de que o preço não aumenta confome a quantidade de produtos comprados. O comerciante associa esta tática alinhada ao seu controle de estoque, ou seja, evitando deixar quantidade excessiva de produto parada, que pode representar diminuição de giro e perda de capital.

O consumidor por seu lado, presume vantagem em comprar um produto com a promoção. Mesmo que não precise agora, já associa a economia futura, gastando naquele momento.

Regra dos 100

Uma mesma mensagem pode ser dita de maneiras muito diferentes. Estudos sobrte a psicologia de consumo indicam que podemos direcionar a percepção da Oportunidade no ponto de venda.

Se a loja tem um produto de R$ 2.500,00 e vai lançar uma promoção de desconto,  qual chamaria mais atenção do consumidor: um anúncio de 20% OFF ou R$ 500,00 de desconto?

Provavelmente você tenha optado pelo anúncio com desconto de R$ 500. Prevalece a impressão de um desconto maior, mesmo com o valor sendo igual.

mas a regra não vale para todos os casos. Um outro exemplo é um produto de R$ 60,00. Qual iria estimular melhor a compra para o consumidor: o anúncio de 20% OFF ou R$ 12,00 de desconto? A resposta é 20% OFF. O macete, de acordo com a psicologia do consumo é aplicar essa regra dos 100.

Para descontos menores que R$ 100,00: procure utilizar a porcentagem como forma de chamar atenção do consumidor.

Para descontos acima de R$ 100,00: a melhor abordagem é utilizar o valor nominal do desconto para convencer o consumidor.

Estas são apenas três abordagens de venda. Procure mais informação e estude o seu setor de trabalho e, certamente, você vai aprender mais, vender mais e faturar mais.

Leia mais: MERCADO FINANCEIRO: A LÓGICA DO CISNE NEGRO E OS IMPREVISTOS

 

Em Economia Comportamental

Recomendadas para você